28 de jul de 2016

Street Style : inspirações de estilo e tendências pelas ruas

Voilà! Os mais variados looks das fashionistas, nas semanas de alta-costura, são uma combinação de estilo próprio com um mix de diversas tendências. Por esse motivo, é sempre de bom grado ficar por dentro do que rola no street style das fashion weeks mais badaladas do mundo, como a PFW (Paris), MFW (Milão) , NYFW (Nova York) e LFW (Londres). Além do mais, observar as combinações de peças, penteados inusitados, makes divertidas e todas as sobreposições dos looks pelas ruas, é observar o estilo e a essência de cada visual no dia a dia.
Sapatilhas flats de bico fino, scarpins, meia-calça, estampa xadrez, sobreposições, tons terrosos, verde militar, cropped de manda comprida, casaco de pelos, cores vibrantes e looks total black estão sendo os queridinhos das fashionistas pelas ruas.
As flats estão, cada vez mais, roubando a cena nas produções, provando que um look pode sim ser chic, sofisticado e contemporâneo sem o uso salto alto.
O prateado voltou à tona trazendo seu estilo futurista, depois da curta temporada do efeito holográfico. Está muito presente nas sapatilhas, oxfords, creepers, alpargatas e scarpins, como também nas jaquetas e até mesmo em detalhes de saias e vestidos.
As calças boyfriend bem larguinhas invadiram o closet das fashionistas, formando conjuntos que lembram bastante os anos 70 do estilo hippie chic.
Boinas, chapéus, tocas, gorros, tudo é válido para compor um look de outono/inverno!
Os looks total black estão sendo os queridinhos da vez! Nada mais sofisticado, clássico, elegante, casual, contemporâneo e em alta que o pretinho básico.
Os casacos e jaquetas de pelos ainda são uma das peças favoritas das fashionistas nas temporadas de inverno. Para um toque mais divertido na produção, os coloridos são a aposta da vez!
O estilo dos anos 60 voltou à tona com o uso das saias lápis midi, sparpins de bico fino, casacos  e luvas clássicos à la Chanel e boinas com um quê parisiense.
Casacos e jaquetas coloridos <3
Chapéus são um outro alerta fashion não somente pelas ruas, mas também nos desfiles, como no último do libanês Zuhair Murad.
As saias midi bem armadas contribuem para uma produção mais clássica e sofisticada, bem o estilo da maison Dior.

15 de jul de 2016

Fendi, Valentino e Zuhair Murad : Confira os looks propostos pelas grifes na temporada de alta-costura

Fotos por Vogue  |  Edição e texto por Lara Reis
 Voilà! Neste início de julho, nos dias 06 e 07 (quarta e quinta-feira), ocorreram os desfiles da Fendi, Valentino, Zuhair Murad (respectivamente, na primeira foto) e outros na temporada europeia de Alta-costura para o inverno 2017.
 Fendi comemorou seus 90 anos com um diferenciado e brilhante desfile na Fontana di Trevi, em Roma, na quinta-feira (07/07). Karl Lagerfeld se inspirou em contos de fadas para elaborar as suas criações, as quais apresentavam um ar um tanto contemporâneo. em meio ao encanto que as estampas e aplicações promoviam. 

Estampas de castelos, jardins floridos, ilustrações de princesas, transparências, tecidos felpudos, casacos longos e médios e silhuetas diversas, a grife italiana demonstrou uma incrível leveza e uma adorável sofisticação em seu desfile repleto de magia contemporânea, a qual se intensificou ainda mais com o cair das águas da Fontana di Trevi.
Valentino homenageou Shakespeare e sua dramaturgia com uma coleção um tanto marcada pelo teatro e pela medievalidade cristã de sua época. 
Todo o rococó do estilo barroco foi muito bem representado pela grife italiana com o uso de babados, estampas medievais exageradas, veludo, cores quentes, vestidos de tecidos leves e fluídos, saias balonê rodadas, mangas bufantes arredondadas, looks de montaria, como o uso de botas pretas, e golas bem altas e marcadas.
O desfile ocorreu em Paris, no dia 06/07 (quarta-feira).
Zuhair Murad elaborou um desfile recheado de vestidos e macacões bem bordados e repletos de transparência, o que caracteriza a essência do estilista libanês. Por outro lado, ele também soube criar modelos mais românticos sob a forma de vestidos longos estampados, florais e bordados.

O desfile, que ocorreu em Paris, no dia 06/07 (quarta-feira), provou que chapéus boho, em cores diversas, podem, com certeza, ser acessórios dignos de alta-costura, até então considerados pouco sofisticados.

29 de jun de 2016

O verão 2017 da Gucci traz referências diversas

Fotos por Vogue  |  Montagens por Lara Reis
Voilà! Dia 20 de junho, em uma segunda-feira, foi realizado o desfile masculino de verão 2017 da Gucci, em Milão, com alguns looks femininos detentores de referências diversas.  Alessandro Michele desfilou modelitos que lembram a essência do rococó italiano, o classicismo europeu, as estampas maximalistas e as cores exuberantes da modernidade atual. Uma coleção um tanto contemporânea e exótica.
 A meia-calça, seja ela colorida, branca, em tons pastéis, ou até mesmo a mais elegantes, como a de renda, foi aderida notoriamente pela grife italiana. O estilo da coleção recupera o estilo barroco dos séculos passados com sobretudos, chapéus enormes, meias com sapatilhas de verniz ou slippers mais clássicos de abotoar ao longo dos tornozelos.
 Os penteados das modelos não seguiam um determinado padrão, durante o desfile. Cada uma delas era dona de um penteado que correspondesse com os seus respectivos estilo e referência. Tranças com um ar mais folk e hipster, franjas onduladas, cabelos armados e soltos, coques cheios e bagunçados acima da cabeça, dentre outros.
Babados maximalistas, moletons com gorro bordado, camisas com laço, conjuntos com a mesma estampa, casacos que lembram as vestimentas das gueixas, porém com um ar um tanto mais hipster, moderno e fashionista, todos esses detalhes evidenciam o quão variado foi o desfile da Gucci em referências e ideais. 
O mix de todos esses elementos provou que o rococó italiano, o classicismo europeu e o hipster moderno são estilos que, juntos, tornam uma coleção extremamente divertida e diferenciada.

O que acharam do desfile da Gucci? Gostaram? Comentem e opinem. Bisouss!